Homem se pinta de “negro” para concorrer a concurso público em sistema de cotas

Homem se pinta de negro para concurso
Reprodução: Metrópoles

Parece piada, mas não é! Lucas Soares Fontes é acusado de tentar fraudar sua inscrição para um concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), na Agência de Além Paraíba (MG), ao pintar o seu rosto para se parecer negro.

Uma denúncia anônima, no entanto, provocou a eliminação do candidato por meio de um processo administrativo disciplinar movido pelo superintendente do INSS no Sudeste, Paulo Cirino.

Segundo o inquérito que apura a denúncia, Lucas teria pintado seu rosto e colocado lentes escuras nos olhos para mascarar a sua cor natural. Os organizadores do concurso pediram ao “negro” que encaminhasse outra foto, no que ele teria apresentado dificuldades.

“A autoria da denúncia é da segunda colocada [no concurso] e ainda tem interesse na nomeação”, informou a Metrópoles, destacando que Lucas ainda teria tendado ingressar da mesma maneira na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), no Conselho Regional de Psicologia e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Veja a denúncia na íntegra abaixo: