Maia surta com líder do governo ao dizer que acordo na Câmara exige “saco de dinheiro”

Maia surta com líder do governo ao dizer que acordo na Câmara exige "saco de dinheiro"

Líder do governo Bolsonaro na Câmara dos deputados, o Major Vitor Hugo deu uma declaração que fez o presidente da casa, Rodrigo Maia, surtar de raiva e romper relações com o colega de vida pública. O episódio ocorreu nesta terça-feira (21), durante a reunião do Colégio de Líderes da Câmara, encerrada pouco tempo atrás.

Segundo Rodrigo Maia, Vitor Hugo compartilhou no fim de semana uma mensagem dizendo que as relações políticas só funcionam na base do dinheiro, ou seja, mediante acordos de corrupção, o que estaria impedindo a aprovação das medidas encaminhadas pelo governo à Câmara.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Disse Maia então afirmou: “Vítor Hugo está excluído da minha relação porque ele compartilhou no grupo de deputados que negociar é entrar na Câmara com um saco de dinheiro”.

Vitor Hugo, por sua vez, não deixou por menos. Na frente dos demais deputados e também de Rodrigo Maia, ele respondeu a reação do colega fazendo uma nova crítica, apontando que Maia estaria se comportando de forma evasiva para com ele.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

“Tentei de todas as maneiras e o Maia fugiu. Fugiu de ter uma relação. Ele só me atende depois de fazer tudo que tem que fazer. Ele não pode determinar quem entra ou não na Residência Oficial da Presidência da Câmara. A residência oficial é da Câmara e não dele, isso não é democrático”, disse ele, segundo a Época.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A reação de Maia, que é investigado por corrupção e já fez várias críticas ao projeto anticrime do juiz Sérgio Moro, além de insinuar posição contrária às manifestações marcadas para o próximo dia 26, pode até ter quisto parecer moralmente correto diante das declarações do colega, mas não é o que as investigações contra ele sugerem.